Problema/Solução

Você utiliza o Scrum ou o ScrumBut em sua empresa?

Seja muito bem-vindo(a)!

O artigo irá apresentar o significado do termo ScrumBut.

Conforme consta no Guia Scrum, esse framework fundamenta-se em times que são associados a papéis, eventos, artefatos e regras. Cada um desses componentes serve a um propósito específico e é essencial para o uso correto e consequente sucesso do Scrum. Além disso, o guia deixa claro que, embora seja possível utilizar apenas partes do Scrum, o resultado não será Scrum.

O termo ScrumBut refere-se justamente ao fato de alguns times dizerem que utilizam o Scrum, porém, com alguma restrição. O time, pelo fato de possuir uma disfunção, acaba não usufruindo todos os benefícios que são propiciados pelo Scrum.

Normalmente a disfunção é complexa e difícil de ser solucionada. Por esse motivo, em vez de atuar na causa raiz do problema, o time prefere escondê-lo através da modificação das regras do Scrum.

Vamos apresentar alguns exemplos:

Utilizamos o Scrum, mas achamos que não é produtivo realizar a Reunião Diária todos os dias e, por essa razão, optamos por realizá-la somente uma vez por semana.

A Reunião Diária é um evento importante, pois é o momento onde o Time de Desenvolvimento se reúne para inspecionar o progresso rumo ao atingimento do objetivo da Sprint e avaliar se o mesmo tende na direção de completar o trabalho do Backlog da Sprint. Adicionalmente, ocorre o planejamento do trabalho a ser realizado nas próximas 24 horas.

Como o evento deve prolongar-se por apenas 15 minutos, qual é o motivo que leva o time a considerá-lo improdutivo e optar por não realizá-lo?

  • A equipe não entende a importância da Reunião Diária?
  • Os membros do time estão em conflito e não conseguem trabalhar em equipe?
  • O time não consegue se auto-organizar?
  • Em vez de focar no objetivo do evento, os profissionais falam sobre amenidades?

Utilizamos o Scrum, mas achamos que a Retrospectiva da Sprint é uma perda de tempo e, por esse motivo, não a realizamos.

A Retrospectiva da Sprint consiste em um momento valoroso, onde o Time Scrum avalia o que foi bem durante a Sprint e identifica melhorias. Qual é a verdadeira razão que leva o time a não desejar realizar o evento? Certamente, caso você busque a causa raiz do problema, identificará que os profissionais estão procurando esconder alguma disfunção.

Empregamos o Scrum, mas não conseguimos entregar um incremento de funcionalidade potencialmente “Pronto” em 30 dias. Sendo assim, definimos que nossas Sprints irão durar 6 semanas.

 Para finalizar, o último exemplo apresenta um Time de Desenvolvimento que não consegue entregar um incremento pronto para utilização no período de um mês, que é o tempo máximo previsto para a duração de uma Sprint. Em vez de procurar identificar o problema e solucioná-lo, o time opta por escondê-lo, aumentando a duração da Sprint.

Segue alguns possíveis motivos para essa disfunção:

  • O time pode conter deficiências técnicas.
  • O produto em desenvolvimento possui débitos técnicos.
  • O processo de desenvolvimento pode ser complexo e burocrático.
  • Os membros da equipe não conseguem praticar a auto-organização.

Tenha em mente que, por falta de experiência, muitas equipes novatas no Scrum acabam, em algum momento, praticando o ScrumBut. Isso é até compreensível, pois, conforme o próprio framework diz, o Scrum é leve, simples de entender, porém, é difícil dominá-lo.

No livro Software em 30 dias, Ken Schwaber e Jeff Sutherland dizem que pode demorar até 5 anos para a implementação completa do Scrum em uma organização. O importante é que o time e a empresa continuem evoluindo na sua utilização.

Você já passou por alguma situação parecida? Compartilhe a sua experiência.

Muito obrigado e até breve!

William Lauer Junior

Referência Bibliográfica

SCHWABER, Ken; SUTHERLAND, Jeff. Guia do Scrum.  Um guia definitivo para o Scrum: As regras do Jogo, 2017. Disponível em: http://www.scrumguides.org. Acesso em: 18 fev. 2019.

SCHWABER, Ken; SUTHERLAND, Jeff. Software in 30 days: How Agile Managers Beat the Odds, Delight Their Customers, and Leave Competitors in the Dust. New Jersey: John Wiley & Sons, Inc., 2017.

Scrum.org.  What is ScrumBut? Disponível em: < https://www.scrum.org/resources/what-scrumbut?gclid=CjwKCAiAkrTjBRAoEiwAXpf9CQUMqxFFnwjPfldA1jRWQPSSJl-i6EATwHLkGOpusLviz8B-739FfBoC3OQQAvD_BwE >. Acesso em: 26 fev. 2019