Conheça o Scrum hoje mesmo

Atualmente vivemos na era do conhecimento e da agilidade e, por esse motivo, necessitamos que os nossos problemas sejam solucionados em um curto período de tempo. No mundo empresarial, a concorrência está cada vez maior. Caso um cliente não fique satisfeito com um serviço, produto ou atendimento oferecido por uma empresa, basta a ele procurar um concorrente.

Dessa maneira, os métodos tradicionais utilizados para desenvolver um produto ou serviço já não estão mais dando conta do recado. Cada vez mais as empresas estão aplicando métodos ágeis no desenvolvimento de seus produtos, sendo que um dos mais utilizados é o Framework Scrum. Você já o conhece? Caso sua resposta seja não, recomendo fortemente que prossiga com a leitura desse artigo.

Breve teoria sobre o Scrum

O Scrum é um framework dentro do qual as pessoas podem tratar e resolver problemas complexos e adaptativos.

Como o Scrum é um framework, ele apenas nos apresenta um caminho a seguir, e consequentemente, não nos diz como devemos proceder para desenvolver um produto. Dentro do framework Scrum nós temos a liberdade de empregar várias outras técnicas e processos que desejarmos.

Por definição, o Scrum é um framework leve, uma vez que seu conteúdo é enxuto. As suas regras, cerimônias, papéis e eventos são de simples entendimento. Apesar de tudo isso, é muito difícil dominar e aplicar o Scrum corretamente e em sua totalidade, uma vez que, para aplicar o Scrum, é necessário que ocorra uma mudança na cultura da organização. Além disso, todos os profissionais terão que passar por uma mudança de paradigma em sua maneira de trabalhar. E como todos sabemos, implementar mudanças nunca é fácil, afinal os seres humanos inicialmente tendem a ser resistentes a elas.

É importante destacar que Scrum é fundamentado nas teorias empíricas de controle de processo, ou empirismo, que consiste em uma teoria segundo a qual todo conhecimento provém unicamente de nossa experiência. Sendo assim, tomamos nossas decisões baseando-nos em nossa vivência passada e em nossas percepções. Podemos também obter ideias a partir de observações e experimentos. Por esse motivo o Scrum prega que o trabalho deve ser transparente a todos, e, além disso, devemos constantemente inspecionar e adaptar nossos incrementos, processos e o progresso do andamento dos trabalhos, com o intuito de aplicar a melhoria contínua.

Papéis do Scrum – Time Scrum

O Time Scrum é composto pelos seguintes papéis:

  • O Time de Desenvolvimento é composto pelos profissionais que transformam os itens do backlog em incrementos do produto. São esses profissionais quem irão meter a mão na massa e irão construir o produto. É recomendável que o Time de Desenvolvimento seja composto por no mínimo 3 e no máximo 9 integrantes.
  • O Dono do Produto é o profissional que possui conhecimentos em negócio. Sua principal atribuição é maximizar o valor do produto e o trabalho do Time de Desenvolvimento.
  • O Scrum Master é o profissional responsável por promover e suportar o Scrum conforme está definido no guia Scrum. Podemos considerá-lo como sendo o “técnico” do Time Scrum.

Os Times Scrum são:

  • Auto-Organizáveis: Os times auto-organizáveis escolhem qual a melhor forma de completarem o seu trabalho, em vez de serem dirigidos por outros que estão fora do time.
  • Multifuncionais: Os times multifuncionais possuem todas as competências necessárias para completar o seu trabalho sem depender de outras pessoas que não fazem parte da equipe.

Os Times Scrum são responsáveis por entregar produtos de forma iterativa e incremental, com o intuito de maximizar as oportunidades de feedback. E o que seria entregar produtos de forma iterativa e incremental?

Entregar um produto de forma iterativa e incremental significa dizer que o desenvolvimento do produto é realizado em curtos períodos de tempo e, ao final de cada período (iteração), devemos ter um incremento do produto potencialmente pronto para entrega. No Scrum cada uma dessas iterações é chamada de Sprint e, como veremos mais à frente, ela deve possuir uma duração máxima de um mês.    

Eventos do Scrum

O Scrum utiliza eventos prescritos com o intuito de:

  • Criar uma regularidade – Uma vez que a Sprint possui duração fixa e todos os demais eventos são time-boxed, é criada uma regularidade e todos sabem o que devem fazer a seguir. Assim que uma Sprint finaliza já iniciamos o planejamento de uma nova Sprint, e assim sucessivamente, até o encerramento do projeto. E em todas as Sprints devemos realizar os mesmos eventos prescritos pelo Scrum.
  • Minimizar a necessidade de agendar reuniões que não sejam definidas pelo Scrum, uma vez que o Scrum prevê um número mínimo de reuniões que são necessárias para garantir que o time realize as atividades de planejamento, adaptação e inspeção.

Todos os eventos do Scrum são Time-Boxed, ou seja, eles possuem uma duração máxima para sua conclusão. Por exemplo, o timebox da reunião diária (também conhecida como Daily Scrum) é de 15 minutos. Isso significa que a reunião diária pode durar no máximo 15 minutos (ou menos).

O Scrum prescreve cinco eventos:

  • Sprint – É o container de todos os outros eventos Scrum. É dentro dela que ocorre o esforço para o desenvolvimento do produto. A Sprint é um evento time-boxed de no máximo um mês de duração.
  • Planejamento da Sprint – É o primeiro evento que ocorre em uma Sprint, onde o Time Scrum irá planejar o que será entregue e como irão realizar essa entrega. Este evento possui o time-box de no máximo oito horas para uma Sprint de um mês de duração. Em Sprints menores, este evento é usualmente menor.
  • Reunião Diária (Daily Scrum) – Esse evento, que possui o time-box de 15 minutos, é realizado diariamente pelo Time de Desenvolvimento, com o objetivo principal de planejar o trabalho a ser executado nas próximas 24 horas.
  • Revisão da Sprint – Ocorre ao final da Sprint, com o objetivo principal de apresentar ao Dono do Produto e demais partes interessadas convidadas para o evento o incremento do produto desenvolvido e obter feedback. A Revisão da Sprint é um evento time-boxed com 4 horas de duração para uma Sprint mensal. Em Sprints menores, o evento usualmente é menor.
  • Retrospectiva da Sprint – Ocorre após à revisão da Sprint. É o momento onde o Time Scrum irá discutir as lições aprendidas durante a Sprint e criará um plano de melhorias. Esse evento possui 3 horas de duração para uma Sprint de um mês. Em Sprints menores, é comum que a duração do evento seja menor.

Artefatos do Scrum

Para finalizar essa pequena introdução ao Scrum, vamos falar sobre os artefatos do Scrum, que representam o trabalho a ser executado. Além disso, eles fornecem transparência em relação ao que está sendo produzido ou entregue e também oferecem oportunidades para a realização de inspeção e adaptação.

São considerados artefatos do Scrum:

  • Backlog do Produto – Consiste em uma lista ordenada que contém tudo o que é conhecido ser necessário no produto final. É a única fonte dos requisitos para qualquer mudança a ser feita no produto. O Dono do Produto é o responsável pelo Backlog do Produto, incluindo todo o seu conteúdo, disponibilidade e ordenação.
  • Backlog da Sprint – Contém os itens do Backlog do Produto que foram selecionados para a Sprint. Adicionalmente, ele contém um plano a ser utilizado para entregar o incremento do produto e atingir os objetivos da Sprint. O Backlog da Sprint é gerenciado e mantido pelo Time de Desenvolvimento.
  • Incremento – É a soma de todos os itens do Backlog do Produto que foram finalizados na Sprint atual com todos os demais itens que foram completados em Sprints anteriores.

Muitas decisões em relação ao andamento do projeto são baseadas em análises dos artefatos do Scrum e, por esse motivo, é importante que eles sejam completamente transparentes. Se não houver a transparência dos artefatos, as decisões poderão ser falhas, pode ocorrer a diminuição dos valores e o aumento dos riscos do projeto.

Com o intuito de mantermos a transparência, devemos elaborar a Definição de “Pronto”, que consiste em um entendimento comum sobre o significado de quando um trabalho pode ser considerado completo.

Aprenda mais sobre o Scrum

              Caso tenha interesse em aprofundar o seu conhecimento sobre o Scrum, recomendo que realize a leitura do Guia Scrum, que contém a definição e as regras do Scrum e foi escrito por Ken Schwaber e Jeff Sutherland. Você pode baixar o guia Scrum gratuitamente no seguinte endereço: http://www.scrumguides.org. O guia está disponível em inglês, português e em mais de outras 30 línguas.

              Adicionalmente, recomendamos a realização de nosso treinamento Formação em Scrum – Preparatório PSM-I, que tem como objetivo prepará-lo(a) para a obtenção da certificação Professional Scrum Master Nível I da Scrum.org.

              Espero que tenha gostado.

              Muito obrigado e até breve.

              William Lauer Junior.

Referência Bibliográfica

SCHWABER, Ken; SUTHERLAND, Jeff. Guia do Scrum.  Um guia definitivo para o Scrum: As regras do Jogo, 2017. Disponível em: <http://www.scrumguides.org>. Acesso em: 18 fev. 2019.